Caixa de maio do clube de leitura da editora Feles





            Olá pessoal, tudo bem?

         Venho apresentar mais uma caixa de um novo clube de leitura que entrei. Dessa vez é da Editora Feles, que estará publicando clássicos do terror, todo mês. As caixas 1 e 2, não tive a oportunidade de comprar, mas se não me engano foram "Drácula" e "Frankenstein". Vamos conferir o que veio na caixa desse mês, começando com os mimos e depois o livro.


a) Uma tela de pintura;

b) Uma caixa de giz de cera;

c) Figurinhas variadas;

d) Marcador do livro.

             E agora vamos ao livro.

Livro: "O retrato de Dorian Gray" - Oscar Wilde.

Sinopse: Londres, início do século XX, três personagens: Lord Henry, um bon vivant inescrupuloso e amoral; o pintor Basil Hallward, um artista até certo ponto liberto dos preconceitos da época, mas ainda zeloso de aparentar tê-los; e o jovem Dorian Gray, filho da aristocracia, rico e, sobretudo, muito belo. É com esses elementos que Oscar Wilde compõe o cenário de um dos mais importantes romances da língua inglesa da virada do século XX, O retrato de Dorian Gray. 

           Seduzido pela admiração que ele próprio causa nos dois amigos, e, sobretudo, pela própria beleza retratada por Basil, Dorian tem um momento do pacto faustiano: faz um juramento dizendo que daria tudo, inclusive sua alma, para que ficasse sempre jovem e belo. Assim, enquanto o retrato exibe todo o efeito de degeneração moral, e vai “envelhecendo”, Dorian mantém-se belo e jovem, apesar de toda vileza, das maldades e da falta de escrúpulos que vai adquirindo.

           Oscar Wilde desenvolve essa sua espécie de mito de Fausto com um estilo incomum, tiradas morais ferinas e frases que se tornaram lapidares na história da literatura mundial. A elegância da escrita, a crítica ao jornalismo da época e a crueza do julgamento da hipocrisia da sociedade o tornaram, no calor do lançamento, um clássico instantâneo, apesar da dureza com que foi recebido pela crítica literária e, claro, pelos moralistas de plantão.

            Espero que tenham gostado e agora todos mês, estarei mostrando cada obra que receberei aqui do clube "Clássico do terror". E assim que ler a obra publicarei a resenha aqui. 

            Até mais!!!


@Gustavo Barberá - 17/05/2019.

3 comentários:

  1. Oiee!!

    Ainda faço uma assinatura dessas caixinhas, tenho imensa vontade.
    Eu adorei essa de clássicos do terror!!
    Já li O retrato de Dorian Gray e é uma leitura bem intrigante. Quero saber sua opinião.

    bjs

    ResponderExcluir
  2. Adoro essas caixinhas...Só não gosto de terror..
    Abraços

    ResponderExcluir
  3. Gustavo do céu! Estava doida para saber o que vinha nessas caixinhas da Editora Feles!!! Que bacana, hein!! Eu quase comprei a primeira justamente porque tinha um diário de leitura! Mas acabei não comprando, infelizmente. Sou parceira da editora, você sabe. Vejo o capricho que eles têm com os materiais que lançam, assim como foi a antologia que participei, "Crônicas Urbanas". Minha única dificuldade é de fato viciar nessas assinaturas. No ano passado eu comprei duas de papelaria. Eu e Mylena surtávamos. Rsrsr! Mas de livros nunca comprei. Queria muito a "Tag", mas sei que acumularei muito livro para ler e estou no momento de organizar minhas metas literárias pessoais, você também sabe! Hahah!Bela aquisição! abraços!

    ResponderExcluir