O diário de Myriam








          Olá pessoal, tudo bem com vocês? Olha que linda e comovente dica de leitura que velho lhes trazer hoje, é uma obra que mexeu profundamente comigo e me fez refletir demais. Vamos saber mais dela...

          Sinopse: O Diário de Myriam é um registro comovente e verdadeiro sobre a Guerra Civil Síria. Escrito em colaboração com o jornalista francês Philippe Lobjois, que trabalhou ao lado de Myriam para enriquecer as memórias que ela coletou em seu diário, o livro descortina o cotidiano de uma comunidade de minoria cristã que sofre com o conflito através dos olhos de uma menina.Assim como acompanhamos a Segunda Guerra Mundial pelos olhos da pequena Ada.

          O diário de Myriam apresenta a perspectiva de uma menina que teve sua infância roubada ao crescer rodeada pelo sofrimento provocado pela Guerra da Síria, iniciada em 2011. Myriam começou a registrar seu cotidiano após sugestão da mãe, que propôs que ela contasse tudo aquilo que viveu para, um dia, poder se lembrar de tudo o que aconteceu.

         Escrito entre novembro de 2011 a março de 2017, o diário alterna entre as doces memórias do passado na cidade de Alepo e os dias doloridos e carregados de incertezas. E é com a sensibilidade de uma autêntica contadora de histórias que ela narra a preocupação crescente de seus pais com as notícias na tv, as pinturas revolucionárias nos muros da escola, as manifestações contra o governo, a repressão, o sequestro de seu primo e, por fim, os bombardeios que destroem tudo aquilo que ela conhecia. 

         É uma obra que recomendo para todos. Já leram, gostaram? Deixe seus comentários aqui e vamos interagir.


@Gustavo Barberá - 19/09/2019.

8 comentários:

  1. Essa também foi uma leitura forte para mim. Principalmente na parte dos bombardeios. E tudo sob o ponto de vista de uma menina, fica mais emocionante e dolorido.
    E essa edição está linda!

    bjs

    ResponderExcluir
  2. Caramba, deve ser um livro muito tocante.
    Ainda não tinha visto, mas já fiquei interessada porque é bom ver a perspectiva de quem viveu isso.

    ResponderExcluir
  3. De tanto verem as pessoas falar desse livro, estou ficando com muita vontade de ler, mesmo não sendo o meu estilo predileto...

    ResponderExcluir
  4. Pela resenha já me interessei, parece um livro forte e ao mesmo tempo sensível. O tipo de leitura que não é fácil, mas é necessária.

    ResponderExcluir
  5. Oi Gustavo! Já tinha lido sobre esse livro e ficado tocada com a premissa. Confesso que ver sua dica, só reacendeu a vontade de fazer a leitura. Acho que acabo sempre esquecendo, porque não adicionei na minha wish list da Amazon, mas já mudei isso. Espero conseguir ler logo. Beijos
    https://almde50tons.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  6. Não conhecia o título mas já fiquei interessada. Tudo que tem um enredo mais denso me interessa.

    ResponderExcluir
  7. A resenha me deixou curiosa. Já tinha visto o livro, mas julguei pela capa.

    ResponderExcluir
  8. Oie, tudo bem? Nunca li nada sobre a guerra na Síria mas gosto muito de história e fiquei curiosa para saber mais a respeito. Assim como qualquer outra guerra deve ter sido muito difícil ainda mais vendo pelos olhos de uma criança. Um abraço, Érika =^.^=

    ResponderExcluir