Projeto #12MesesComClarice2019. Resenha do conto “Mais Dois Bêbedos”










Conto: Mais Dois Bêbedos
Livro: Clarice Lispector – Todos os contos
Autora: Clarice Lispector
Editora: Rocco
Ano: 2015
Páginas: 656
Onde comprar: Amazon


Hoje é dia de mais uma etapa do projeto #12MesesComClarice2019, onde estou participando com três blogs parceiros, o “Café com leitura” da Ana Cláudia, o “Sobre a leitura” da Amanda e o “Conduta literária” da Fernanda.

          A história se passa em uma mesa de bar, onde um homem chama outro para uma conversa e nela começam a lamentar suas vidas. Só que um se acha superior ao outro, o dono da verdade e fica tipo que julgando o outro.

          Narrada em primeira pessoa, pelo personagem que inicia a conversa com o outro (ambos não possuem nome no conto), aqui temos Clarice sem a mulher como protagonista e ela provou que é boa em ambos os gêneros em um enredo, que, aliás, é triste e melancólico, como a maioria dos contos da escritora.
 



          Há um antagonismo entre os personagens, pois enquanto um se desabafa, contando tudo de sua vida, esperando ter o mesmo retorno de seu colega de bar, ele se engana, pois o outro não se abre para falar dos seus sentimentos, o que deixa o protagonista irritado.

          O clímax do conto acontece quando há a discussão de vida x morte, onde temos um conflito de interesses entre os personagens em como desejar sua morte, pois o personagem principal não aceita a forma de como seu parceiro de mesa deseja a dele.




“Mas talvez o senhor não compreenda: somos diferentes. Sofro, em mim os sentimentos estão solidificados, diferenciados, já nascem com rótulos, conscientes de si mesmos”.



          É um conto bem curtinho, com um final enigmático, onde parece que haveria uma continuação, mas não. O conto termina em aberto para que o leitor tire sua própria conclusão e faça seu próprio final.


@Gustavo Barberá – 24/11/2019.

Menu


7 comentários:

  1. Eu curto estes "finais" que meio que te obrigam a pensar rs, tem quem odeie, mas ela sabe instigar pensamentos como poucos e esse eu vou ter que ler meu caro. Parabéns pela instigante resenha.

    ResponderExcluir
  2. Acho fascinante esses projetos que nos fazem descobrir livros de determinados escritores. Clarice tem tanta coisa boa publicada. Essa obra todos os contos parece ser boa, ainda mais que se tem a oportunidade de conhecer mais da obra dela.
    Esse conto em questão mostra a face que conhecemos bem de Clarice, melancolia. Quero ler!

    ResponderExcluir
  3. Nossa que projeto maravilhoso, vou copiar a sua ideia pra 2020, acredita que eu ainda não li nada da autora :(
    Mas com certeza já irei providenciar alguma obra na sexta feira ♥

    ResponderExcluir
  4. Oi, tudo bem? Acho muto legal a escrita da autora. Aprendi a gostar com meu professor de literatura. Gostei desse conto em especial por ela deixar o final em aberto para o leitor interpretar. Um abraço, Érika =^.^=

    ResponderExcluir
  5. É um prazer ler a resenha de mais uma obra da grande Clarice Lispector, gosto muito do projeto dos 12 meses. O conto é interessante e o final em aberto nos dá a oportunidade de refletir sobre a estória.

    ResponderExcluir
  6. Este ano li uma coletânea da Clarice (Felicidade Clandestina) e nela também aparece um conto com protagonista masculino (A mensagem) e confesso que não gostei muito, pois ela apresentou um personagem masculino muito machista, embora tenha mostrado que ele era resultado da sociedade na qual crescera.

    Eu pretendo ler tudo da Clarice Lispector, então com certeza lerei este conto. Até porque gosto de contos que provocam reflexões sobre a vida, a morte, os sentimentos, que mexam com as minhas emoções e me façam passar um bom tempo refletindo sobre o que li.

    ResponderExcluir
  7. A edição desse livro é tão linda!! Sonho de consumo rs'
    Adorei conhecer esse projeto e confesso que também fiquei tentada a fazer algo do gênero no futuro.

    Bjs!

    https://palavrasmagica-s.blogspot.com/

    ResponderExcluir