Leituras do mês de maio





          Fiquei muito feliz e satisfeito com minhas leituras de maio. No começo pensei que não conseguiria ler muito, mas o básico que estipulo sempre ao mês que são quatro obras, mas na segunda quinzena decolei nas leituras. Consegui ler seis livros!!! Pode não ser muito para alguns, mas para mim é uma grande conquista, já que leio devagar. Vamos conhecê-los? A ordem das leituras está no texto abaixo e não na foto. 







Livro: "Gritos no silêncio" - Angela Marsons

Sinopse: Na escuridão da noite, cinco figuras se revezam para cavar uma sepultura, um pequeno buraco em que enterram os restos de uma vida inocente. Ninguém diz nada, um pacto de sangue os une e seus segredos ficariam ali, para sempre...
 
Anos mais tarde, Teresa Wyatt é brutalmente assassinada na banheira de sua casa, e, depois disso, mais mortes violentas começam a acontecer. Todas as vítimas têm algo em comum, e a detetive que encabeça o caso, Kim Stone, logo percebe que a chave para deter o assassino que está semeando o pânico na cidade é resolver um crime do passado.

         Só o que ela sabe é que alguém esconde um segredo e está disposto a fazer qualquer coisa para que nada seja revelado.

 





Livro: "Favela gótica" - Fabio Shiva

Sinopse: Bem-vindos a uma realidade alternativa, onde a monstruosidade cotidiana da cidade grande é revelada em toda a sua crueza e crueldade. Um lugar onde os policiais se transformam em lobos quando a noite cai, onde os políticos são vampiros centenários e os zumbis são viciados em uma droga que provoca o irresistível desejo de comer cérebros. Uma metrópole infestada de criaturas sinistras: ogros, gárgulas, vermes do pântano, endemoniados e seres bestiais de todos os tipos, acometidos pelo Mal de Circe, que faz vir à tona o lado animal de cada um.
É nesse dantesco cenário que vamos encontrar Liana, uma jovem zumbi em sua árdua jornada das trevas da ignorância para a luz do autoconhecimento. Nessa aventura, ela precisa enfrentar os monstros externos e internos, se quiser conquistar o prêmio de descobrir a sua verdadeira natureza e, assim, cumprir a sua missão. Tudo isso em meio a uma trama de assassinato, perseguição e muitas reviravoltas, que envolvem misteriosos seres interdimensionais e um asteroide em rota de colisão com a Terra. Uma história onde a fantasia é tão apavorante que chega a se confundir com a mais pura realidade. 
 
 
 
 
 
 
Livro: "Twin Peaks" - Brad Dukes
 
Sinopse: Oito de abril de 1990, um dia comum que mudaria para sempre a TV mundial. E nos tornaríamos eternamente gratos a Mark Frost e David Lynch. Nascia ali uma geração que enxergava no insólito uma forma de abrigo.Um bebê tronco, personagens repletos de TOC e estranhos espíritos da floresta nos ajudariam a emoldurar uma estranha história de amor entre pai e filha. Simbologias transbordavam da tela e se transformavam em conversa de colégio, papo na calçada, discussões entre donas de casa no hortifruti.Cada um com um olhar próprio observava e compreendia Twin Peaks ao seu modo. Uma década antes de The Sopranos, quase duas antes de Breaking Bad, uma série repleta de camadas, subjetividade e transgressão envolvia a todos. Twin Peaks (arquivos e memórias) é o primeiro título da Coleção Fora de Série, que, à maneira da Coleção Dissecando (O Massacre da Serra Elétrica; Evil Dead; Sexta-Feira 13), vai revelar os bastidores das séries de TV que amamos. A obra reúne depoimentos dos criadores, dos atores e de membros da equipe, além de fotos inéditas da produção e curiosidades incríveis.
 
 
 
 
 
 
 
Livro: "O farol e a tempestade" - Romulo Felippe

Sinopse: Samuel Jones é um autor best-seller que vive recluso em uma remota ilha do Atlântico Norte desde que perdeu a família em um acidente de carro. A partir desse terrível advento, viver passou a ser um martírio, um sacrifício diário. O exílio de Sam, entretanto, ganhará um viés ainda mais dramático quando uma bola de fogo riscar os céus diante de seus olhos no meio de uma tempestade.
 
Em uma obra do acaso, a fotógrafa nova-iorquina Anne Crawford sobrevive ao desastre aéreo e é salva justamente pelo escritor, quebrando a partir daí a solidão da Ilha Farethon e de seu farol secular. Duas almas marcadas por tragédias. Dois corações despedaçados pela vida. Para Sam e Anne há muito mais em jogo do que fé e paixão, perdão e esperanças. Marcados pela ausência de um passado e a impossibilidade de um futuro, resta-lhes viver o presente em sua mais profunda intensidade. “O Farol e a Tempestade” é mais do que uma improvável história de amor. O romance dramático mostra o quanto somos minúsculos diante as forças do universo e de como a vida é uma surpreendente montanha-russa que nos leva do inferno ao céu em um ato único. O que você faria se a vida lhe desse uma segunda chance?
 
 
 
 
 
 
Livro: "Extemporâneo" - Alexey Dodsworth
 
SinopseO que você faria se nunca soubesse como, onde ou quando vai acordar? E se, cada vez que adormecesse, você se tornasse uma pessoa completamente diferente? “Todos os dias, você acorda e ao menos uma certeza serve de alento diante das inseguranças da vida: você tem um passado. […] E se eu insistir que tudo isso é mentira?” Em “Extemporâneo”, somos conduzidos pelos diários fantásticos de uma personagem em eterna mutação que tem, na escrita, sua única chance de tentar se encontrar em meio às múltiplas realidades para as quais desperta, dia após dia. Entre um Brasil nazista paralelo, uma idílica Itália revisitada e uma Irlanda que pode não ser bem a que conhecemos, aventure-se pelas vidas de alguém que habita muitos corpos e busca a saída ― ou ao menos um sentido ―para o ciclo eterno de renascimento e de esquecimento ao qual parece estar condenado. Ou seria condenada? E cuidado ao acordar, pois, como diz nosso guia-autor: “o que acontece comigo também acontece com você. A diferença é que você não lembra”.
 
 
 
 
 
 
Livro: "Menina veneno" - Carina Rissi
 
Sinopse: Contada sob a perspectiva ferina e cheia de humor ácido de Malvina, a madrasta, essa história vai te surpreender. Da mesma autora da série best-seller Perdida Você conhece a história de uma certa princesa que sofreu inúmeras tentativas de assassinato por sua madrasta, uma delas com uma maçã envenenada. O bem contra o mal, a indefesa donzela ameaçada pela perversa Rainha... É bonito, não é mesmo? 
 
Francamente, me embrulha o estômago só de falar dessa história da carochinha. Eu não sou uma bruxa, não sou má e eu nunca planejei matar ninguém. Por anos, fui a maior modelo do planeta, o nome mais poderoso do mundo da moda... Até o dia em que a insossa da minha enteada, Bianca, roubou a minha maior campanha. Dá pra acreditar? Bianca é tão sonsa... e tem esse arzinho azedo e avoado que me dá vontade de voar no pescoço dela... Eu sei, parece mesmo que eu fiz tudo o que a imprensa me acusa de ter feito. Mas não foi bem assim. Senta aqui e me ouça até o fim. Depois me diga se acha mesmo que mereço o título de Rainha Má... Talvez só Rainha seja muito melhor.
 
 
 
 

Um comentário:

  1. Queria conseguir ler metade do que vc leu em um mês. Meus sinceros parabéns rs. Ótimo poste.
    Beijokaaaas!!

    ResponderExcluir