Resenha do livro "A hora das bruxas 1"



Título original: The Witching Hour
Autor: Anne Rice
Editora: Rocco
Ano de lançamento: 1990
Número de páginas: 490


A hora das bruxas é um livro em que a aclamada escritora Anne Rice conseguiu juntar romance, drama, mentiras, magia negra, espíritos malignos e horror. Uma história que irá, de início não chamar muita atenção, mas ao decorrer da leitura se transformará em um pesadelo, parecendo enfeitiçar o leitor que não irá querer mais largar as páginas. Trata-se de uma família de bruxas que vem ao longo dos séculos trazendo consigo poderes, luxúria, riqueza e um passado sombrio que despertou um grupo formado por pessoas com poderes extra sensoriais chamado Talamasca, que durante todo esse tempo vem estudando meticulosamente essa família.

        A obra é dividida em dois volumes e no primeiro, o mesmo é dividido em duas partes. (Parte 1 – Reunidos e Parte 2 – As bruxas Mayfair). Durante a leitura da parte 1, fiquei um pouco receoso de que essa obra seria interessante, é um pouco maçante, pois fica praticamente voltado para dois personagens – Michael Curry e Rowan Mayfair - que irei comentar daqui a pouco e parece que o livro não faz jus ao nome, mas ao entrar na parte dois, vi que estava totalmente enganado, foram momentos sinistros e perturbadores, fazendo sim valer o nome do livro.

        A história se inicia com o acidente de um rapaz, cujo nome é Michael Curry que cai ao mar e é encontrado pela linda médica Rowan Mayfair. Michael ficou alguns dias internado pois estava ficou muito mal e ao voltar a sua consciência, junto veio um poder de ao tocar nas coisas ele tinha visões do passado do dono do objeto e isso o deixou muito perturbado e para poder levar uma vida normal foi necessário o uso de luvas.

“No chuveiro, ele tocou na parede. Viu de novo a mulher, a que havia falecido. Ela havia ficado três semanas no quarto.”

        Já Rowan Mayfair é uma renomada médica neurocirurgiã que foi tirada de sua mãe, logo após nascer. De início ela não sabia que era bruxa, mas sentia-se amaldiçoada por ter um poder que destruía as pessoas, mesmo contra sua vontade. Portadora de uma imensa beleza, atraía qualquer homem que desejasse para sua cama, mas sentia-se totalmente incompleta. Relacionou-se com Graham, mas acabou decepcionando-se com ele através de uma descoberta chocante e a fez inconscientemente usar seu poder. Apaixona-se profundamente por Michael após salvá-lo do mar e seu amor é correspondido por ele.

“Ele a beijava sem parar, sugando-lhe o pescoço, os rosto, os olhos. Com a mão enluvada acariciou seu rosto, sentiu sua pele lisa por debaixo do pesado suéter de lã.”

        E no decorrer do relacionamento dos dois, Michael fica sabendo através de um integrante do Talamasca que Rowan é uma bruxa e o faz ir mais afundo e pesquisar sobre sua vida. Ele, atualmente mora em São Francisco, mas retorna a Nova Orleans e descobre que o casarão onde ele sempre passava e via coisas estranhas era propriedade de Rowan.


     

       Falando-se em casarão, o cenário descrito por Anne Rice é fantástico. A arquitetura das casas, o ambiente, a vegetação e o casarão sombrio da família Mayfair, mas ao mesmo tempo extravagante e misterioso. Outro fato que chama a atenção é o fato de sempre haver uma tempestade quando algum membro da família Mayfair falece... e essa tempestade só ocorre no casarão, as demais casas da vizinhança, o sol brilha forte.

        Encerrando a primeira parte, Michael por meio dessa pessoa integrante do Talamasca, vai para um local reservado do grupo, ler um conjunto de documentos que fala sobre a família Mayfair, onde a segunda parte do livro é totalmente dedicada a isso.
     

       E é na segunda parte que todo o horror acontece. Conta-se a história de toda a dinastia Mayfair, desde os primórdios do século XIX até a atual. E integrantes do Talamasca contam através de cartas, muito deles seduzidos por essas bruxas e tendo seu destino amaldiçoado por elas, com um fim miserável e aterrorizante.

“Durante a noite tive um sonho de que a havia possuído, e fiquei extremamente aliviado ao descobrir que isso não havia ocorrido. Ela, no entanto estava acordada e me vigiava, com aqueles olhos de gato...”.

        E no decorrer do livro aparece a presença de um espírito- Lasher- que é praticamente o demônio, protetor e presente na família Mayfair desde que ela existe. Ele aparece de várias formas e gosta mais das mulheres da fam1ília, mas aparece para alguns rapazes também. Por onde esse espírito passa, causa tragédias e mortes, mas também é invocado por algumas bruxas quando passam por momentos de terror, como no caso de Deborah Mayfair quando foi para a fogueira ser queimada pela Inquisição.

“Eu o vejo Lasher. Eu o conheço. Eu o chamo! – E voltando a ficar ereta, com os braços abertos. – 
 Destrua meus filhos, destrua quem me acusou! Destrua os vieram para me ver morrer!...” “...E as telhas caíam com estrondo dos telhados da igreja, da prisão, da sacristia e das estalagens atingindo a cabeça dos que berravam ali embaixo.”

        Outro fato marcante que aparece constante é o erotismo. Momentos de total luxúria não ficaram de fora dessa história, o que é bem característico nesse meio. Sedução, incesto, homossexualidade, astúcia e outros estão presentes no enredo. E também a presença do alcoolismo. Alguns personagens vivem constantemente embriagados durante todo o decorrer da história. E destaco as belas e extravagantes festas que escandalizavam os vizinhos durante as madrugadas afora realizadas por algumas das Mayfair.

“Mesmo sua cintura tão marcada me atiçava, assim como a visão do seu pescoço pálido e dos ombros oblíquos. Não havia uma parte suculenta do seu corpo pelo a qual eu não ansiasse. Eu era um animal enfurecido preso numa jaula.”


        A personalidade das bruxas Mayfair também é algo de se chamar a atenção. Algumas são boas, outras más e vingativas e outras extremamente poderosas, no caso de Mary Beth. E o final do livro nos leva a conhecer toda a linha genealógica da família Mayfair, onde conta-se um pouco de cada ente familiar. E o poderoso e astuto Lasher sempre presente em todos os momentos e que deixa a saga com uma lacuna que será desvendada no volume dois do livro.

        Simplesmente sensacional e sinistro. Maligno e romântico. Misterioso e aventureiro. Tudo que imaginamos há nesse livro contado pela mestra do terror e suspense que sempre irá nos surpreender com cada obra publicada, nos perturbando e mexendo com o lado sombrio de nosso ser. O livro foi traduzido por Waldéa Barcellos.


@Gustavo Barberá - 13/02/2018


Menu

20 comentários:

  1. Maligno e romântico! Adorei essa descrição! E ainda tem terror e erótico! Não conhecia, mas já achei sensacional!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu demorei para ler essa obra e não imaginava a joia que tinha em minha estante.

      Excluir
  2. Tudo bem? Já li alguns título de Anne Rice, alguns amei e outros nem tanto.

    Esse que você leu, eu não li, mas me parece ser um dos que eu iria curtir.
    Fiquei bastante curiosa.
    Beijos.

    www.alempaginas.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tudo e você?

      Recomendo a leitura, você irá gostar sim!!!

      Excluir
  3. Excelente resenha e rico em detalhes!
    Ainda nao li nada da Anne Rice, mas nem preciso dizer que ela é a rainha do suspense e terror, realmente fiquei impressionada com o que esse livro tem e a história me parece interessante demais.
    Com certeza vou ler e vou me atentar a esses detalhes que falou.
    Otima fica.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você irá gostar muito da obra, recomendo a leitura.

      Excluir
  4. Não conhecia o livro ou mesmo a autora, mas gostei da premissa que apresentou, fiquei bem curiosa para conhecer a família Mayfair e conferir estas festas que escandalizam os vizinhos. Quero ler.

    Abraços.
    https://cabinedeleitura0.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Era uma baixaria só essas festas.... rsrsss Você irá gostar demais da obra.

      Excluir
  5. Oi, Gustavo!
    Anne Rice é Anne Rice, né? Seu desenvolvimento de personagens e descrição de cenários são praticamente impecáveis. Li esse livro há vários anos. Lahser e Curry são personagens que mais me intrigaram na narrativa porque vão se mostrando mais do que o esperado. Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, tudo bem?

      Sim, esses dois roubam 50% da história, eles são demais, meus preferidos, junto com Rowan Mayfair.

      Excluir
  6. Olá, tudo bom?
    Então, essa parte do maligno e terror não vão combinar muito comigo não! rs Sério, sou uma pessoa super medrosa, então acho que toda essa combinação não me deixaria dormir depois rs Mas adorei saber que a segunda parte foi super fluida e superou suas expectativas, se tornando uma ótima leitura no fim das contas. É uma ótima dica para quem curte o gênero ♥
    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mesmo sendo de terror, você conseguirá dormir, viu? Não tem nada tipo "O exorcista", pode ler tranquilamente.

      Excluir
  7. Apesar de não ser fã de obras de terror (fujo como o diabo da cruz), os livros da Anne Rice sempre despertaram a minha curiosidade. Esbarrei nos livros dela várias vezes, cheguei a pegá-los na mão, estavam custando super barato e mesmo assim não comprei.kkkkk... Porque tenho medo. É um gênero que evito. Mas acredito que a curiosidade acabará me fazendo conhecê-la.

    Todavia, não será por esse livro!kkkkk... Tudo o que você mostrou que encontraremos em A Hora das Bruxas já me deixou arrepiada! Eu teria pesadelos por um mês inteiro se o lesse!kkk...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não é tão aterrorizante assim, dá para dormir tranquilo. Pode ler sem medo.

      Excluir
  8. Olá!
    Mesmo tendo elementos bem atraente ao longo da narrativa, esse tipo de leitura não me chama muito atenção.
    A autora é bem conhecida no meio, mas dessa vez vou deixar a dica passar.
    Beijos!

    Camila de Moraes

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quando decidir realizar a leitura, volte para debatermos!!! =)

      Excluir
  9. Gostei muito da sua resenha, super completa e informativa. Eu sempre quis ler esse livro, mas ainda não tive a oportunidade. Vou colocar na meta para os próximos meses e espero gostar bastante também *-*

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O Leitura Enigmática recomenda a leitura, você nõ irá se arrepender.

      Excluir
  10. Uma coisa que me chamou muito a atenção na sua resenha foi sobre as descrições do casarão porque eu sou engenheira e adoro encontrar isso nos livros de forma interessante. Todo o enredo me deixou curiosa e já vou procurar pra ler.
    beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A arquitetura é descrita minuciosamente na obra, você irá adorar!!!

      Excluir