Elias Flamel








        Dando continuidade ao projeto "Mentes brilhantes da Contemporaneidade", venho apresentar-lhes Elias Flamel, desginer, fã de Harry Potter e escritor de Fantasias. Atualmente com sua obra "O ciclo dos cinco", vamos conhecer mais da vida desse autor, o qual ele mesmo fez questão de contar sua biografia.





Sou um no meio de tantos. Nascido em São Paulo capital, 29 anos, formado em designer, pós-graduado em escrita criativa e análise literária. Publiquei o meu primeiro livro Kriguerkan como Wesley Nunes, por uma pequena editora chamada Biblioteca 24 horas. O amadurecimento profissional me fez adotar o pseudônimo Elias Flamel na minha segunda publicação, realizada na Amazon.

Mesmo amadurecendo e tentando sempre ter mais intimidade com a escrita, não abandonei as paixões e as fantasias da infância, pois elas que moldaram a minha personalidade.



        Aficionado por mitologia, desde a grega até a africana. Vejo genialidade em Hamlet e no Batman. Por tanto tempo esperei, e confesso somente para os íntimos que ainda espero a carta de Hogwarts (no mundo bruxo existe tanta coruja destrambelhada). É difícil, quase impossível não se inspirar com O Senhor dos Anéis, porém não quero imitar esta obra e sim aprender com quem a escreveu. Se estou com dinheiro, compro tudo que tenha em alguma parte o nome Alan Moore. Já vivi Cem anos de Solidão e ela pouco melhorou quando conheci o Admirável Mundo Novo. Enquanto aguardava o novo livro das Crônicas de Gelo e Fogo conheci Patrick Rothfuss e a ansiedade logo duplicou. Desculpe pelo excesso de palavras, antes de ser autor, sou um leitor e são raras as vezes que consigo parar de falar. 
 

        Caso você tenha chegado até esta linha, muito prazer! Sou Elias Flamel e a probabilidade de nos tornarmos amigos é muito grande, pois você já me conhece muito bem.




Obras




Kriguerkan

Sinopse: Em um mundo conhecido como a terra de todos os deuses, é dado a um homem comum um reino perfeito, que só pode ser batizado com o nome de Paraíso. Este rei, conhecedor de sua própria velhice, decide passar o seu reino. Seus dois filhos, Gautz e Grifith, já se imaginam no lugar do pai. O rei usa sua criatividade, combinada com sua esquisitice para criar um desafio único. 'Ele decide entregar o seu reino para quem lhe trouxer o melão que mais lhe agradar'. E todos no reino podem participar, desde o bobo da corte até os seus filhos. Mas como? Um paraíso será dado de bom grado a alguém que simplesmente lhe entregar um melão? Isso é só o início das aventuras e dos mistérios que envolvem Kriguerkan, este reino místico concebido de forma inigualável e rodeado de grandes guerreiros e incríveis histórias. É nomeado um novo rei e, como sua primeira atitude, ele decide realizar um desafio para compensar uma grande perda que o Paraíso tinha tido. Para este desafio, chamado 'Quem será o braço direito do rei?', foram convocados guerreiros de todas as nações em toda a terra de todos os deuses. Cada guerreiro tinha uma personalidade singular, um objetivo em mente, e habilidades especiais e inimagináveis, em uma competição da qual nenhum homem jamais sonhou participar. Os participantes são - o herói das terras gélidas, um gatuno mais rápido que o próprio vento, um lutador sem nome e sem memória, um velho guerreiro e ferreiro que já sobreviveu por mais de mil batalhas, um nobre exibido e arrogante, um bêbado, um imenso homem de comportamento doentio, um guerreiro misterioso, quieto em uma armadura, e um estranho guerreiro que alterna vários comportamentos e personalidades.






Os cinco do ciclo

Sinopse: Yosef de Keltoi. Presenteado na infância, por uma de suas mães, com um tesouro de muitas páginas. Cresceu com pouco, encontrou o seu amor e ao lado dela teve que instigar uma revolução entre trabalhadores do campo. Sua vitória não foi perfeita, pois falhou contra os deuses que tanto venerava. Assim, o líder de uma vila pequena, e quase oculta entre os quatro cantos do mundo, vive o começo da sua velhice.
Não reclama de ter vivido muitos ciclos e é servo de um império que pintou de rubro nações que ousaram ser grandes. Sempre preocupado com o seu povo e com a sua família. Qual vem primeiro? É uma pergunta que necessita de tempo e páginas para ser respondida. Hitalo, o mais velho dos seus filhos, exige mais firmeza com os homens do campo. No auge da juventude, o divertido e criativo Yohan deseja provar para o seu pai que é um homem feito. Morgiana, companheira de luta, enxerga muito além do que os olhos podem ver e deseja alertar o seu amado Yosef a respeito de algo muito difícil de fugir.
Yosef parte para Numitor, sua viagem tem como destino a capital de todo o império, lar dos homens de togas brancas que praticam um culto conhecido pelas eras. E esses mesmos homens possuem legiões em seu poder. Era para ser somente mais uma viagem dos tributos, mas o homem comum ouve boatos que colocam em risco o seu lar, a sua cultura e as suas crenças. Uma ajuda é mais que necessária, mas aqueles que são os mais poderosos e dotados de uma sabedoria milenar começam a pedir socorro. Só Yosef, o líder, pode salvar o que tanto ama.
        Ao tentar, é exposto o seu passado manchado, ele reencontra velhas amizades e conhece desejos guardados dentro do peito de um dos seus filhos. Sua vontade de ter o que tanto deseja fará Yosef se embrenhar pelas ruas do império. Será preciso conviver com ladrões, fardados de rubro, uma sociedade que ama a prata e o ouro e terá de lutar até mesmo contra a fúria da natureza.

@Gustavo Barberá - 10/01/2019.


25 comentários:

  1. Adorei o projeto, Gustavo!Parabéns! Em breve Elias Flamel também estará no cafecomleitura.com!

    ResponderExcluir
  2. Olá, boa tarde!
    Gosto muito de conhecer escritores nacionais, há 2 anos que venho trabalhando e lendo mais da nossa literatura.
    Os livros dele me pareceram bem interessantes, um tanto fantasioso para minha cabeça, mas amo fantasia. rsrs

    OBS: Meu caro, eu sofro de miopia, se você soubesse o quanto essa cor afeta meus olhos, saio do seu blog com a vista embaçada. Cores muito fortes! rsrs

    ResponderExcluir
  3. Olá! Bacana seu projeto! É sempre bom conhecer novos autores. Interessante saber que optou usar um pseudônimo. Adoro fantasia é história com reinos, livros como mapas então nem se fala. Os dois livros apresentam ser interessantes, “O cinco do ciclo” me despertou mais interesse. Beijos'

    ResponderExcluir
  4. Olá!

    Parabéns pelo projeto, a cada dia mais conheço e leio mais obras de autores nacionais que merecem ser divulgados. Uma pena fantasia não ser o gênero que me arisco a ler, mas tenho certeza que muitos fã de fantasia iriam adorar!

    ResponderExcluir
  5. Olá, tudo bem? Que demais esse projeto! Ainda não conhecia o autor, mas fiquei super feliz por conhecer e já estou louca para ler "Os cinco do ciclo". Muito bacana a postagem!

    Beijos,
    Duas Livreiras

    ResponderExcluir
  6. Não conhecia o trabalho do autor ainda, achei super interessante este POST sobre ele, ótimo espaço para o reconhecimento da literatura nacional.
    Trabalho na área há anos ( como assessora literária) e sei da dificuldade de ser escritor no Brasil.
    Nós temos algo em comum, assim como o autor eu também sou apaixonada pela mitologia.

    ResponderExcluir
  7. Adorei a sua iniciativa de falar sobre vários autores, de certa forma ajuda a fomentar nossa literatura e vermos que temos varias boas histórias

    ResponderExcluir
  8. É sempre bom conhecer novos escritores. Gosto de ler posts assim.

    ResponderExcluir
  9. Olá! Tudo bem?

    Gostei muito do seu projeto, parabéns! Foi muito bom conhecer a história do Elias, por sinal, o novo nome adotado por ele é muito bonito. Gostei muito da capa e me interessei pelo segundo livro dele.

    Obrigado pela dica!
    Até mais!

    ResponderExcluir
  10. Olá! Achei muito bacana as duas sinopses, mas a segunda me deixou mais interessada. Eu não conhecia Elias ainda, mas gostei da forma que ele usa a fantasia para contruir a história, e fiquei alegre que é alguém que realmente investe na escrita crativa. Parabéns por esse espaço. Que venham mais obras! Abraços!

    ResponderExcluir
  11. Não conhecia o Elias e quero te parabenizar por esta atitude de engrandecer autores que ainda não são tão conhecidos. Eu amei conhecer um pouquinho do trabalho dele.

    Beijos e muito sucesso a você!

    ResponderExcluir
  12. Olá, adorei descobrir a pequena autobiografia deste autor, além da apresentação de seus trabalhos. Dos quais eu gostaria de ler Kriguerkan. Melhores cumprimentos.

    ResponderExcluir
  13. Olá,

    Eu sou uma pessoa extremamente adepta a literatura nacional, amos os livros do nosso país e depois poder comentar com o próprio autor o que eu achei da história. Mas não conhecia esta autor nem suas obras, foi bom ler sobre ele, inclusive vou em busca do perfil fo autor para conhecer mais!

    ResponderExcluir
  14. Olá, tudo bem?

    Eu confesso que não conhecia o autor e achei interessante conhecer um pouco sobre ele, bem como sobre os trabalhos publicados. Eu (Yvens) preciso olhar mais para a literatura nacional, eu leio, mas ainda acho pouco.
    Abraço!

    ResponderExcluir
  15. Oiê!

    Eu não conhecia o autor, mas fico feliz que o gênero de fantasia vem crescendo entre os escritores nacionais, infelizmente o mercado editorial é liderada por autores internacionais.

    ResponderExcluir
  16. Olá!

    Só o fato de ele ser fão de Harry Potter já me faz querer ser amiga dele rs. É muito bom ver autores nacionais nessas divulgações dos blogs. Ainda mais no gênero fantasia. Parabéns pela matéria!

    Grande beijo,
    https://almde50tons.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  17. O gênero fantasia é a menina dos olhos pra mim, então até me emociono quando conheço um novo escritor ou obra se destacando aqui no Brasil rsrs
    Com tantas obras inspirando suas criações, fiquei bem empolgada com a bagagem do autor. As sinopses estão bastante instigantes, então vou anotar esse nome e os livros para conferir mais tarde. Parabéns pelo projeto!

    ResponderExcluir
  18. Olá!
    Para esse ano quero ler mais fantasia, então já vou ficar ligada nas dicas que pintarão por aqui.
    Beijos!

    Camila de Moraes

    ResponderExcluir
  19. Eu acho que ainda não tinha ouvido falar deste escrito, mas amei conhecê-lo um pouco mais através das palavras dele. Embora eu não consiga apreciar Hamlet, também amo Harry Potter e tenho vontade de ler Cem Anos de Solidão e Admirável Mundo Novo. Com uma bagagem como esta como leitor imagino que os livros dele devem ser muito bons.

    ResponderExcluir
  20. Oi, gostei de saber um pouquinho mais sobre o autor, tenho o e-book de O ciclo dos cinco mas ainda não li.

    ResponderExcluir
  21. Oi, Gustavo!
    Ótima iniciativa! Gostei muito de conhecer mais do autor e de sua obra! A história O ciclo dos cinco parece muito bacana, vou aguardar sua resenha.
    bjs
    Lucy - Por essas páginas

    ResponderExcluir
  22. Adorei o projeto, parabéns pela iniciativa e pelo ótimo post apresentando o autor, ainda não conhecia e achei bem interessante
    bjo

    ResponderExcluir
  23. Olá, como vai?
    Que legal ver o projeto. Eu ainda não conhecia o autor e achei bem interessante poder ver um pouco sobre ele. Os Cinco do Ciclo (Ou O Cinco do Ciclo? a capa tá de um jeito, mas no post de outro, fiquei confusa) me parece ser uma boa leitura e fiquei curiosa.

    ResponderExcluir
  24. Olá. Tudo bem? Que projeto bacana. Legal conhecer novas personalidades da nossa literatura. Já li muitos comentários positivos sobre Os Cinco do Ciclo e quero fazer a leitura. Não conhecia Kriguerkan, mas parece ser muito legal também. ótimo post.
    Beijos

    ResponderExcluir
  25. Olá, tudo bom?
    Não conhecia o autor nem o autor, mas achei o máximo a apresentação de si mesmo que ele fez! Achei super simpático!
    Quanto aos livros, eu não conhecia, mas já anotei para conferir ^^
    Beijos!

    ResponderExcluir