Resenha do livro "O menino que desenhava monstros"






Título Original: The boy who Drew monsters
Autor: Keith Donohue
Ano: 2016
Editora: Darkside
Páginas: 256
Onde comprar: Amazon, Darkside



Até onde pode chegar a imaginação de uma criança a ponto de materializar seus desejos? É o que acontece em “O menino que desenhava monstros”, uma obra sinistra e perturbadora que irá fazer você ter sonhos macabros após cada capítulo lido. 

          A história se passa na vida de Jack Peter Keeman, um garoto com Síndrome de Asperger e que também sofre de agorafobia, passando o tempo todo em sua casa, sem amigos e sem contato com a sociedade. Possui apenas um menino que tem como amigo – Nick – que não apresenta os mesmos problemas que Jack, o que faz ficar com ciúmes porque acha que seus pais gostam mais de Nick do que ele. 

 




 

          Mas Jack tem um dom, poder, não sei como chamar, que nenhum outro ser humano possui. O de dar vida aos seus desenhos. Tudo que ele rabisca se torna real e nesses desenhos, Jack coloca todo seu sentimento e sua alma, e nesse estado em que se encontra de achar que é rejeitado, suas artes não são muito agradáveis de se ver.



“Tenho medo do meu próprio filho, medo do que ele possa fazer comigo, consigo mesmo”.



          Essa é uma obra muito bem feita, com uma história muito bem construída. O escritor usou bem sua imaginação para montar uma trama que te prende e te surpreende a cada página lida, onde seu psicológico fica abalado algumas vezes com determinadas cenas, parece que os seres que Jack desenha estão se materializando ao seu redor. Confesso que de vez em quando olhava ao meus redor involuntariamente.


“Perto dela, a janela não parava de se sacudir com violência, ruidosamente, como se algo tentasse entrar à força na casa, e, nos aposentos superiores, parecia que alguém estava arrastando os móveis”.


          Narrado em terceira pessoa, o livro traz um enredo de tirar o fôlego, pois além de trazer o sobrenatural, aparece também a questão do afeto, da figura dos pais x aceitação do filho com necessidades especiais. Eles às vezes não tinham paciência com Jack, mesmo sabendo de sua limitações e quando seu amigo Nick estava em sua casa, ele era agradado mais que Jack, o que lhe causava esse estado de rejeição e ciúmes.


  

          Algumas cenas dessa obra são surreais, uma mistura de “Potergeist” com “Renascido do inferno” e “A hora do pesadelo” fazem a essência de algumas passagens que me fez ler a obra muito rápido Quanto mais eu lia, mais desejava saber o que iria acontecer e quais seriam os destinos dos protagonistas.


“Surpreendido em seu esconderijo, o homem branco arrepiou-se em alerta, para então disparar entre os pinheiros e atravessar a rua. Com cotovelos e joelhos dobrados, ele galopou ao longo da casa doa Quigley e sumiu de vista”.


           E o que foi esse final? Sem palavras!!! Surpreendente, não imaginava que a trama fosse tomar esse rumo que quase me fez pular da cadeira ao descobrir toda a verdade. Foi de abalar qualquer boa alma. A livro em si é belíssimo, com capa dura e ilustrações lindas, muito bem feitas e com uma diagramação bem tranquila de se ler.

 
  


          E se você ainda não leu “O menino que desenhava monstros” e curte uma boa história de terror e sobrenatural, não imagina o que está perdendo, é um prato cheio que ira te atormentar até que consiga se livrar desses monstros que ficarão junto de ti. A tradução foi de Cláudia Guimarães.


@Gustavo Barberá – 28/03/2019.


34 comentários:

  1. Que gosta de história de terror e sobrenatural vai gostar muito do livro, o livro nos faz viajar junto com o Jack, gostei bastante das ilustrações do livro, é uma excelente indicação de livro, abraços.

    ResponderExcluir
  2. Olá tudo bem ? O terror não é a minha leitura preferida , mais o livro é bem interessante. A capa é super bonita e tratando de uma viagem de crianças vale apena entrar nela.

    ResponderExcluir
  3. Véi esse livro deve ser bem maluco.
    Um garoto com tantos problemas e um dom de colocar vida no que desenha, é no mínimo assustador e claro, adorei isso!
    Quero ler esse livro tem um tempo já, a curiosidade sobre Jack é muito grande

    ResponderExcluir
  4. Olá!
    Pela sua resenha parece que esse livro é daqueles cheios de reviravoltas e cenas chocantes, despertou minha curiosidade. Amei a resenha, maravilhosa como sempre.

    Beijão!
    Lumusiando

    ResponderExcluir
  5. Olá,
    O enredo é bem atrativo, parece o tipo de história ao qual você tem vontade de fugir e ao mesmo tempo ficar para ver como irá terminar (torcendo para terminar).

    ResponderExcluir
  6. Pretendo futuramente ler esse livro, pois pelo fato de estudar psicologia, e o personagem possuir dois transtornos psicológicos acabou despertando em mim uma vontade enorme de ler a obra, porém no momento acho que não seria uma leitura que irá me agradar, mesmo que seja envolvente e surpreenda o leitor. Porém e claro que e impossível ler essa resenha e não ficar entusiasmada e curiosa.

    ResponderExcluir
  7. Percebi que esse livro mistura o sobrenatural com questões psicológicas, pois os montros são o resultado da rejeição que o Jack sente vinda dos seus pais. Imagino que seja mesmo uma história de arrepiar, uma ótima pedida para os amantes do gênero terror.

    ResponderExcluir
  8. Eu já ouvi falar desse livro, mas não sabia do que tratava a história. Parece ser bem o tipo de enredo que me prende, uma mistura de suspense e terror. Fiquei bem curiosa e me chamou a atenção a citação onde a mãe diz ter medo do filho. Por algum motivo me lembrou o filme Babadook. Enfim, parece ser um ótimo livro, dica anotada

    ResponderExcluir
  9. Quando começou falando sobre a imaginação sem limites das crianças imaginei que fosse uma obra parecida com Poliana, por exemplo, que exalta a leveza desse período tão tranquilo e sereno, mas acabei surpreendido rsrs. É uma obra bem diferente, mas que cativa a curiosidade do leitor, além de retratar a relação em família, algo que precisa ser discutido principalmente quando a questão gira em torno de crianças com necessidades especiais, fiquei muito intrigado com a leitura!

    Abraços!

    ResponderExcluir
  10. Análise muito interessante, realmente instigadora. E olha que eu meio que dei um tempo em terror depois que casei, já que minha amada não curte muito rs. Confesso que bateu uma enorme vontade de ler.
    Abraço :)

    ResponderExcluir
  11. Tudo bem? Quem me conhece bem, sabe que sou louca nas edições da Darkside e coleciono os livros que mais me chamam a atenção. Eu amei essa leitura. Como dizem, é meu número!
    Beijos

    ResponderExcluir
  12. Que bacana sua indicação. Eu não sou de ler temas sobrenaturais e terror. Mas há uma profundidade nessa leitura, sobre a imaginacao da criança, o que se passava com ela interiormente.

    ResponderExcluir


  13. Esse livro é especial por que vai além do estigma da questão de ser uma pessoa com Síndrome de Asperger é alguém que cria e recria sente e é ativo dentro da sua história, uma olhar diferenciado dessa questão, com certeza vou procurar para ler.

    Abraço,

    www.meloleticia.com.br

    ResponderExcluir
  14. Confesso que a história não faz meu estilo e apesar de amar as capas da Darkside essa eu achei umas das mais sem graça.

    ResponderExcluir
  15. Nossa, que ilustrações incríveis! Pela sua descrição, a história parece incrível!

    Adoro terror psicológico e tem tudo a ver com meu blog. Acho que vou ler e fazer um post no meu blog sobre ele também depois <3

    Obrigado pela recomendação!

    ______
    Sobre mim:
    Jovem estudante entusiasta de Psicologia que sofre com Transtorno Afetivo Bipolar (TAB). No meu blog você vai encontrar desde artigos técnicos informativos de Psicologia, Psicanálise e Saúde Mental, a também reflexões, desenhos e poemas de minha autoria.

    ______
    🌐 Relatos de um Garoto de Outro Planeta
    👍 Facebook: Relatos de um Garoto de Outro Planeta

    ResponderExcluir
  16. Eu simplesmente AMEI sua indicação! Os livros da Dark Side sempre despertam meu interesse, mas esse me deixou ainda mais intrigada. Mal posso esperar pela momento de ter minha própria edição em mãos!!!❤️

    ResponderExcluir
  17. Fiquei interessada pelo livro pelo fato do protagonista, o Jack, ter a Síndrome de Asperger. Lembrei de um aluno que tive, portador da mesma síndrome que gostava muito de desenhar. Quando os colegas chegavam perto ele fechava o caderno.
    Dica anotada, obrigada!

    ResponderExcluir
  18. Eu gosto muito de livros assim e não conhecia esse. Eu li um livro que a personagem tinha essa síndrome, agorafobia, e é bastante assustadora. O livro parece estar incrível, com essas ilustrações e tudo. A contra capa está incrível.

    ResponderExcluir
  19. Olá!

    Não sabia que os desenhos davam medo, para mim era só monstrinhos bobos desenhados por criança.
    Essa história do personagem poder materializar seus desenhos é bem estranha, nem imagino o que vem por aí...
    A capa desse livro chama a atenção do leitor, tenho grande curiosidade em conhecer a história .

    ResponderExcluir
  20. Aii miga que livro assustador kk eu não consigo ler so assistir mesmo kk mais adorei esse livro e amei sua resenha.

    ResponderExcluir
  21. Olá
    Preciso ler esse livro, eu dei ele de presente para minha irmã, acho bem legal ter essa visão de como é a imaginação das crianças.

    ResponderExcluir
  22. A temática do livro já é por si mesma incrível, e o modo como você o analisou em sua resenha teve o poder enorme de despertar nossa curiosidade! Preciso muito ler este livro!

    ResponderExcluir
  23. Tinha muita vontade de ler esse livro, mas depois de várias resenhas que indicaram um final meio incompleto e mal acabado, eu fiquei em dúvida. Gosto da temática, e acho que é original, mas não sei se me arrisco numa leitura que já vi tanta gente dizendo ser mais ou menos.

    www.stalker-literaria.com

    ResponderExcluir
  24. Mas menino... Eu fiquei com medo só de ler essa resenha. rs
    Já fiquei logo imaginando essa história em filme.
    Ain... Não sei se teria coragem, mas fiquei mega curiosa.
    Não tenho costume de ler ou ver terror porque minha mente é muito fértil e eu tenho pesadelos de verdade. rs Pareço criança, né? Mas é a vida...
    Mas obrigada pela dica. Gosto de indicar livros para adolescentes e tenho certeza que eles iriam adorar.

    ResponderExcluir
  25. Gosto de histórias desse estilo,porém fiquei com medo desse.

    ResponderExcluir
  26. Oi,tudo bem ?

    Nossa achei a proposta desse livro atrativa, assim como o produto em si já demonstra ter uma grande qualidade...com toda certeza é uma ótima dica de leitura para todos que gostam do gênero.

    ResponderExcluir
  27. Olá, curti bastante a premissa do livro e sua resenha me deixou muito curiosa! Hoje mesmo um aluno perfuntou sobre livros deste gênero! Agora já tenho uma boa dica!

    ResponderExcluir
  28. Oi, Gustavo.
    Eu já tinha visto esse livro, mas não conhecia a história.
    Parece ser uma trama muito louca e viciante... Fiquei curiosa e ao mesmo tempo com um certo receio de ler porque sou muito medrosa. Acho que, antes de arriscar comprar o livro, vou ver se tem um primeiro capítulo disponível para experimentar! Rs...
    beijos
    Camis - blog Leitora Compulsiva

    ResponderExcluir
  29. Essa leitura foi muito impactante e com um final UAU. Eu fiquei a todo momento com medo daquele guri, juro. Sempre achava que ele ia fazer algo ruim. hahahah
    beijos

    ResponderExcluir
  30. Olá, tudo bom?
    Eu já ouvi falar algumas vezes sobre esse livro, mas confesso que ainda não conferi por ser uma pessoa muito medrosa e morrer de medo de histórias de terror. Eu costumo evitar o gênero, mas dessa vez não vai ter como. Sua resenha me deixou muito curiosa e eu já quero conferir esse final surpreendente. Dica mais que anotada! ♥
    Beijos!

    ResponderExcluir
  31. Olá!
    Tinha curiosidade sobre esse livro mas até então nunca peguei uma resenha para saber exatamente do que se tratava. Achei interessante que não aborde apenas o sobrenatural envolvendo a criança, mas também trazer a tona os relacionamentos familiares.
    A edição da Darkside é sempre um show a parte.

    Camila de Moraes

    ResponderExcluir
  32. Eu tenho muita curiosidade de ler esse livro, ao mesmo tempo que tenho receio porque sou bem medrosa. Achei que aborda uma faceta diferente dos outros livros protagonizados por crianças de aspenger e isso é bem legal.

    Beijos, Gabi
    Reino da Loucura | Instagram

    ResponderExcluir
  33. Não curto sobrenatural ou terror, mas tenho muita curiosidade pra ler esse livro. Só a capa é um show a parte!!!
    beijos

    ResponderExcluir
  34. Adorei a temática! Um livro que além de criar todo um universo inclui uma realidade diferente de um Asperger. Bjo, qjo

    ResponderExcluir