Resenha do livro "Nildo, o coelho viajante"









Título Original: Nildo, o coelho viajante
Autor: Robson Cuer
Ano: 2019
Editora: Publicação independente
Páginas: 48

* Livro gentilmente cedido pelo escritor.


     Depois do grande sucesso com a cachorrada, Robson Cuer está de volta com o outro pet, dessa vez, um vegetariano. Trata-se de “Nildo, o coelho viajante” que está fazendo sucesso e conquistando crianças, jovens e adultos com as aventuras curiosas desse orelhudo.

     A história se passa em torno de Nildo, um coelho de pelúcia que é dado de presente para o garotinho Origami e desde então se tornam melhores amigos. Certo dia eles saem com a família de férias e partem para Pernambuco, onde irão viver grandes e divertidos momentos.
 



     É uma narrativa muito confortante de se ler, aqui temos a pureza, a inocência e a sinceridade de uma criança e seu melhor amigo, onde juntos irão explorar lugares históricos e ao mesmo tempo aprender um pouco da História do nosso país. Além de ser uma obra ficcional, também o leitor aprende.


“E pensando na tal Porto de Galinhas, eles foram dormir ansiosos para o dia seguinte”.


     O livro é curto por se tratar de uma história infantil, onde a criançada irá se encantar da forma que ela é narrada por Origami, suas descobertas e lições de vida que tira dos locais que está visitando no Nordeste, além de saber melhor da cultura daquela região.




     Nildo também cria novos amigos nessa viajem, animais marinhos vão até a praia ou no barco quando ele vai passear com a família e trocam altos papos sobre o local e recebem dicas também. O grande ponto da obra é o fato do autor trabalhar valores, pois a narrativa passa lições do que é certo e errado, mostra para o pequeno leitor que educação é essencial na vida do ser humano e que devemos apenas plantar o bem para colher o bem e que a maldade não leva a nada.
 
“A alegria nos faz um grande bem”.
 
     O livro é lindo, além de uma bela capa suas páginas são ilustradas com figuras grandes e bem coloridas, da forma que as crianças gostam, deixando-as viajando na imaginação e criando grandes expectativas com a mesma.


 


     Portanto, se ainda não teve a oportunidade de se envolver com esse coelho alegre e brincalhão, não deixe de ler “Nildo o coelho viajante”, onde irá se encantar e desejar levar esse peludo para casa de tão carismático e fofo que é, tenha certeza que terá vontade de ser um dos personagens desse lindo e emocionante enredo que essa obra possui. Recomendo para todos.
 

Sobre o autor
 Natural de São Paulo, se encantou com os livros muito cedo, apaixonado que era pelas estórias que sua avó lhe contava para dormir e mergulhado nos gibis que sua tia Maria Izabel lhe dava.

Para ser voluntário na Sala de Leitura Cora Coralina da Escola Rivadávia foi um pulo. Mergulhou nos livros como um atleta da leitura e sonhava com o dia em que seria igual a seus ídolos Monteiro Lobato, Maurício de Souza e Marcos Rey.

Por ironia do destino, brincando no Facebook com pequenas tiradas de sua relação com seu cachorro Erasmo, se assustou com a receptividade das crianças e adultos que se emocionavam com as situações lúdicas que criava.





@Gustavo Barberá – 20/02/2020.

2 comentários:

  1. Gustavo, sempre percebendo minhas intenções! Muito obrigado pelo carinho!

    ResponderExcluir
  2. Não só na forma como as crianças gostam, como eu também, rs. Está lindo mesmo por dentro, adorei a foto mostrando uma parte das ilustrações.
    Além de trazer uma aventura fofa e um pouco da história do nosso país.
    Fiquei encantada e gostaria de ler.

    bjs

    ResponderExcluir