Resenha do conto "Cotidiano"

 

 


 

 

 

Conto: Cotidiano
Autor: Soraya Abuchaim
Ano: 2015
Editora: Independente
Páginas: 5
Onde comprar:
Amazon

 

Nunca reclame da sua vida, caso ela esteja indo bem. Erga suas mãos para o céu e agradeça a Deus por tudo que ele te proporcionou até o momento, mesmo não sendo da forma como deseja, mas se está garantindo o seu conforto faça. Jamais deseje algo, pois poderá se arrepender. É o que Soraya Abuchaim traz nesse conto que irá te fazer refletir e pensar mais antes de abrir a boca e reclamar de algo desnecessário.

 

     O conto se passa na vida de Karen, uma designer de interiores que reclamava demais de ter uma vida monótona e sempre com a mesma rotina: casa-trabalho-casa. Certo dia algo diferente acontece, o que a faz desejar infinitamente voltar para sua vida corriqueira.

 

"A vida é um ciclo infeliz que nunca muda".

 

     É uma história que irá deixar o leitor arrepiado do início ao fim, sem ter noção do que acontecerá de tão enigmático que é o enredo que a escritora criou, prendendo a curiosidade na narrativa e ao mesmo tempo nos fazendo pensar em mil e uma possibilidades do que poderá suceder posteriormente.

 

     Apesar de ser um conto curto, é o o necessário para deixar quem o lê paranoico e com medo de que aconteça consigo o mesmo que aconteceu com a personagem. Sim meu caro leitor, o que tem nessa história pode perfeitamente ser reproduzido na realidade.

 

 

 

 

     A autora encerra a história com um final de levar qualquer um a loucura. Muito insano, perturbador e repleto de lacunas para que o leitor fique pensativo se acontecerá novamente ou não. Me senti em uma das cenas malucas do já extinto seriado “Twin Peaks”. É alucinante!!!

 

     Portanto, se ainda não leu esse conto e curte uma história horripilante, não deixe de conferir essa história, que te perturbará a alma e te tirará o sono, pois você poderá ser a próxima vítima dessa atrocidade relatada aqui e jamais reclamará da vida que possui. O que aconteceu? Só lendo o conto.

 

 

 

 

Sobre a autora

 

Escritora de terror, Soraya Abuchaim é casada, mãe e apaixonada por livros, tendo como mestre Stephen King. Ama vinho e histórias que tenham sangue, e não vê problemas em matar alguns personagens quando necessário.

 

Começou a escrever contos de forma despretensiosa em seu blog Meu Meio Devaneio e, de uma ideia simples, surgiu seu primeiro suspense, “Até eu te possuir”.

 

     Hoje, ela trabalha em outros projetos literários, incluindo alguns contos na Amazon, o mais atual chamado “Madrugada Macabra”, que chegou a ser um dos mais baixados na categoria terror e suspense. É a autora dos livros “A vila dos pecados”, “Ferrão de escorpião”, “Até eu te possuir” e “Pelo sangue que nos une”.

 

@Gustavo Barberá – 24/10/2020.

Menu

 

4 comentários:

  1. Oie!
    Olha, acho que encontrei minha leitura para o dia 31 (halloween), hein?! Vou já procurar na Amazon. E confesso que pensei que seria meio raso por conta da quantidade de páginas, mas pelo que você pontuou na resenha, não é o caso. Tô curiosa *-*
    Parabéns pela resenha e obrigada pela dica de leitura <3
    Isabelle
    https://lendocomosgatos.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  2. Ai, Gustavo! Eu sou tida como "a reclamona" por aqui! Deu medo! Hahaha!Eu tenho um conto da autora no kindle, mas ainda não me arrisquei a ler nada dela, mesmo acompanhando tantas dicas maravilhosas suas! Acho que esse tem a pegada que eu gosto, hein! Bjs

    ResponderExcluir
  3. Nossa, já fiquei curiosa só de ler a resenha, a história parece ser muito impactante, daquelas que lembramos por muito tempo e que só conseguimos parar de ler quando chegamos na última página.

    ResponderExcluir
  4. Olá, Gustavo!
    Como você está? Espero que esteja bem.
    UAU, que livro, assustador. Kkkkkk
    Eu amei, vou procurar para ler com certeza.
    Beijão!
    Lumusiando

    ResponderExcluir