Resenha do livro "Antologia terror macabro"

 


 

 

 

Título: Antologia terror macabro
Autores: Vários
Organizadores: Pris Magalhães, Rê Moura e Peterson Azevedo
Ano: 2019
Páginas: 172
Onde comprar:
Amazon

 

*Obra gentilmente cedida pelos organizadores.

 

     Um verdadeiro fã de histórias de terror, além de apreciar a trama sanguinolenta, com uma boa dose de carnificina ou entidades sobrenaturais, gosta de se arrepiar e ter uma noite perturbada de sono com o material que lê. E isso se encontra nessa coletânea de contos que irá chocar e tirar o sono do leitor com as narrativas horripilantes, aqui contadas.

 

     São contos curtos, mas onde os autores atingem seus objetivos ao escrevê-lo que é tirar a paz de espírito do leitor. E isso é o que mais gosto em obras de terror, a perturbação e o medo que nos geram. São histórias muito bem escritas, estruturadas e atingem um clímax apavorante, deixando – nos perplexos e surpresos do andamento do mesmo.

 

 

     Notei que a maioria das histórias contadas são voltadas para a antropofagia, mas não ficam somente nisso, há muito mais sendo narrado, mas esse ato citado acima, ajuda a dar mais emoção nos textos, o que me pegava sempre de surpresa, marca registrada dessa antologia, pois a cada página virada, uma nova emoção nos espera.

 

     Outro fato que está bem explícito em cada conto é o enredo bem elaborado, bem conduzido e intenso, nenhum deles é arrastado e sem sentido, ao contrário, todos aguçaram demais minha curiosidade para saber o que iria acontecer, tanto que li essa obra muito rápido, pois quando se termina um conto, não conseguia me conter em parar e passava imediatamente para o próximo, é como se fosse um ímã que me atraia. 

 

 

     O livro é escrito por autores nacionais muito criativos, pois suas narrativas, personagens, cenários e descrições são sensacionais e concisas, com uma narração totalmente coerente, deixando assim uma história muito inteligente. Não tem como negar, nosso país possui muitas mentes brilhantes que nos proporcionam tramas fantásticas.

 

“Eu nem abri o portão, de tanto medo pulei o muro e saí dali correndo desesperado. O que era aquilo que provinha, aquele mal doentio, como uma criatura daquelas poderia existir”? (Conto “Eu acredito”, de Peterson Azevedo).

 

     A obra está à venda ambos em formato físico e ebook, portanto não se aprecia uma verdadeira história de terror, está perdendo tempo de não ler essa antologia que te levará aos mais profundos estágios do horror e do impressionismo, vale demais conferir, aqui está tudo dosado na medida certa para fazer seu sangue gelar em suas veias. Recomendo demais.

 

@Gustavo Barberá – 28/02/2021.

 

Menu

 

0 comentários:

Postar um comentário