Resenha do livro "Dança da escuridão"

 


 

 

Título Original: Dança da escuridão
Autor: Marcus Barcelos
Ano: 2016
Editora: Faro Editorial
Páginas: 256
Onde comprar:
Amazon

 

Após a incrível repercussão e terror causados na perturbadora casa da colina de Darrington, que nos deixou com a curiosidade bem aguçada para saber o destino do protagonista que ficou um mistério, Marcus Barcelos volta com uma continuação surpreendente, de tirar o fôlego do leitor com a história apresentada.

 

     Em “Dança da escuridão”, o personagem Benjamin Simons é resgatado do sanatório em que o colocaram injustamente e junto de sua prima Amanda, irão atrás de respostas do ocorrido no casarão da colina de Darrington. E quando menos esperam, os problemas voltam à tona, assim como os demônios são desenterrados.

 


     Fiquei totalmente extasiado com essa obra, pois quanto mais me aprofundava na leitura, mais preso ficava e não querendo largar de tão grande era minha curiosidade. Os eventos vão aparecendo em efeito cascata, as máscaras vão caindo e os enigmas revelados. É incrível como o autor coloca tudo de forma coesa e inteligente.

 

     O que fica notável também é a forma como o ser humano pode chegar para se auto beneficiar. Muitos escrúpulos causados pelo homem são além dos eventos sobrenaturais que aqui ocorre. Fiquei estarrecido em que nível podem chegar para destruir o próximo. Em determinado ponto, até levei em dúvida se era possessão, loucura ou outro fenômeno, mas depois tudo ficou nítido que era o ato de prejudicar por prazer.

 

“A criatura que surgiu diante de nós, emergida das sombras como se fosse parte dela, trouxe consigo, além de um frio ainda mais intenso, o cheiro acre da podridão”.

 

     Narrada em primeira pessoa, pelo próprio Benjamin, a obra possui um enredo que irá tirar seu sono, caso leia a noite de tão perturbador que é, além de ser uma leitura fluída, em momento algum se torna cansativa ou arrastada e mexe demais com sua intuição, te fazendo criar inúmeras teorias em sua mente sobre o que está acontecendo e sua possível solução.

 

     Em algumas cenas, parecia que estava no filme “Horror em Amityville”, de tão próxima que estavam as mesmas, além de perceber a vasta pesquisa que o autor realizou sobre para inserir na trama, como, por exemplo, a origem do pentagrama. Foi incrível!!! O que gostei também foram as cartas e documentos que são apresentados sempre que se inicia um novo capítulo, o que me fez ligar a história atual com a do outro livro e até algumas dúvidas que tinha, foram sanadas. 

 


     Portanto, não deixem de ler essa incrível história, que te convidará para participar, junto dos personagens dos fatos bizarros presentes, parece que eles estão pedindo sua ajuda de tão envolvente que é. Vale muito a pena, recomendo.

 

 

 

Sobre o autor

 

 Marcus Barcelos nasceu no estado do Rio de Janeiro, em 1989. 

 

É escritor, roteirista e apaixonado por literatura, principalmente de terror. Cresceu lendo os grandes mestres do gênero, como Stephen King, Edgar Allan Poe, H.P. Lovecraft e R.F. Luchetti. Nos clássicos, encontrou sua paixão por contar histórias.

            

Começou a escrever seu livro de estreia, Horror na Colina de Darrington, ainda em 2014, no Wattpad. Logo ganhou notoriedade, atingindo posição de destaque no gênero e milhares de seguidores, o que resultou no convite a ser um dos embaixadores da plataforma no Brasil.

 

      Hoje, Horror na Colina de Darrington conta com quase dois milhões de leituras no Wattpad e, em 2016, ganhou uma edição definitiva publicada pela Faro Editorial.

       Marcus continua morando no Rio de Janeiro, onde trabalha em suas novas histórias, e atua como roteirista em produtoras e canais de tv.

 

 

@Gustavo Barberá – 23/11/2020.

 

Menu

6 comentários:

  1. Oi Gustavo! Tudo bem?

    Eu tenho muita vontade de ler esses livros, eu lembro que li um pedaço deles um bom tempo atras, antes do autor ser publicado pela faro e gostei bastante, mas até hoje não terminei e morro de curiosidade HAHAHAHAHA
    Todo mundo fala muito bem do autor e da escrita dele, e terror é meu ponto fraco né, já preciso ler! Adorei o post e as fotos!

    ResponderExcluir
  2. Gente, mas eu amei esse livro <3 já quero ler, adoro tudo que é meio macabro, com personagens bizarros. Amei sua resenha

    ResponderExcluir
  3. Oi Gustavo, tudo bem?
    Pelas fotos dá para perceber como essa edição ficou linda, super caprichada. Não sabia que era continuação do outro livro. Gostei muito do que você em uma passagem, quando a atitude do homem é tão maléfica, que a gente até pensa se pode ter alguma outra explicação, pois não acredita que o ser humano possa chegar a esse nível, e é horrível descobrir que pode sim. Vou passar a dica para Bel, que é quem lê terror lá no meu blog. Sua resenha ficou ótima.
    beijinhos.
    cila.

    ResponderExcluir
  4. Oi Gustavo!
    Adoro os livros de Marcus, li Horror na colina Darrington e um conto dele em Vozes de Joelma, que para mim foi o mais marcante, estava esperando a continuação que bom que já saiu, adoro como trabalha nosso psicológico e esse mistério me prende, pode ter certeza que irei ler pois quero saber o que Benjamim vai fazer para desvendar essa história. Parabéns pela resenha, abraços!

    ResponderExcluir
  5. Geeeente eu não conhecia essa obra, fiquei super curiosa para ler! E de autor nacional ainda mais, já anotei a dica! Vai ser uma ótima oportunidade para conhecer a escrita do autor que ainda não conheço.

    ResponderExcluir
  6. Olá, tudo bom?
    Não conhecia esse livro nem o livro anterior e apesar de ser uma pessoa muito medrosa, fiquei bem interessada pela obra. Saber o quanto desperta a curiosidade e que em momento nenhum a mesma se torna maçante ou cansativa só fez me deixar ainda mais curiosa. Dica anotada!!
    Beijos!

    ResponderExcluir