Resenha do livro "Hi Merimã - a floresta sombria"








Título Original: Hi Merimã – a floresta sombria
Autor: Marcelo Pereira
Ano: 2020
Editora: Scortecci
Páginas: 148
Onde comprar:
LivrariaAsabeça


*Livro gentilmente cedido pelo escritor em parceria com a editora.


     Atualmente o egoísmo e a ganância do ser humano com a natureza estão cada vez mais estarrecedores. Muitos de nossos recursos naturais estão se esgotando pelo fato de estarem sendo explorados irracionalmente pelo bicho homem. E no livro “Hi Merimã – a floresta sombria”, Marcelo Pereira nos traz uma lição de conscientização e amor pela biodiversidade.

     O livro nos conta a história de Nowa, um garotinho que, junto de seu pai que está desaparecido estão sendo hostilizados pela lenta morte do rio Yanomami e para provar sua inocência, ele sai em missão para coletar elementos medicinais para curarem a “doença” que está deteriorando o rio. E isso se passa no momento em que os europeus estavam chegando ao Brasil para explorar suas riquezas.


 

     É uma obra sensacional, com uma trama regada a muita pesquisa, o livro é praticamente uma aula sobre animais, plantas e elementos geológicos. Calma, podem ler tranquilamente, pois essas informações são inseridas aos poucos no decorrer da história, que em momento algum se torna arrastada, ao contrário, são tantas as curiosidades aqui apresentadas, que desejamos ler cada vez mais para saber o que nos aguarda no decorrer da mesma.


“Até os grandes guerreiros choram”.


     Outro fato que achei fantástico foi o autor inserir personagens do nosso Folclore como Caipora, Curupira, Lobisomens e ninfas das águas. Além de um toque de fábula, pois os animais conversam entre si e com alguns humanos que temo dom para tal, o que deixa a trama com vida e mais emocionante. Até dinossauros pegam uma ponta como protagonistas na trama.


 

     Narrada em terceira pessoa, a obra possui um enredo muito bem construído e fluído, conquistando o leitor com a ficção criada pelo autor, mas ao mesmo tempo o conscientizando e o fazendo refletir sobre as consequências do desmatamento e da exploração ilegal de nossas áreas verdes.


“A vida selvagem tem diversas maneiras de consertar um erro e surpreender os habitantes da Terra”.


     A diversidade de aves e plantas que aparecem na história nos mostram um Brasil de sorte por termos todos esses seres vivos, mas que não se valoriza tais e quando tudo isso acabar, será tarde e irreversível. Precisamos pensar mais sobre esse assunto que está a cada dia sendo esquecido.


 

     Portanto, não deixem de ler “Hi merimã – a floresta sombria” e descubra o significado dessa palavra indígena, assim como divirta-se nas aventuras de Nowa em busca da cura do rio Yanomami e descubra tudo o que aconteceu nessa incrível trajetória. Eu recomendo.




Sobre o autor


Marcelo Pereira é graduando em Ciências Biológicas pela Universidade de Araraquara. Jovem e iniciante no mundo literário, nasceu na cidade de Araraquara, interior de São Paulo. Estudou Administração e, com alguns cursos linguísticos, acabou se interessando e entrando no universo da escrita. 

A publicação de Hi-Merimã – A Floresta Sombria é a realização de um sonho. Apaixonado pela vida selvagem, com muito estudo e dedicação, compôs uma história original, surpreendente e comovente, abordando a beleza da vida em si.


@Gustavo Barberá – 19/08/2020.

Um comentário:

  1. Olá!
    Eu gosto demais dessa temática de livro, e esse me chamou muita atenção, principalmente pelos trechos que você destacou.

    Beijão!
    Lumusiando

    ResponderExcluir