Resenha do livro "Maligno"

 


 

 

 

 

Título Original: Maligno
Autor: Juliano Furlanetto
Ano: 2020
Editora: Cabana Vermelha
Páginas: 216
Onde comprar:
Cabana vermelha

 

Se você está procurando um livro que tenha uma excelente trama de terror, então essa indicação é ideal. Aqui iremos além do limite do sobrenatural, onde suas noites de sono serão perturbadas com memórias sinistras e diabólicas dessa trama.

 

     A obra conta a história de uma família que foi amaldiçoada por um crucifixo enfeitiçado no século XV e que se perpetuou até os dias atuais, onde ele foi encontrado enterrado e sua maldição continuou a destruir todos. Um verdadeiro genocídio.

 


 

     Essa obra até o momento está entre a melhor que já li, uma história sensacional, onde o autor soube de forma muito inteligente montar uma trama que vem desde as antiguidades até a contemporaneidade, me deixando admirado da forma como ele construiu essa narrativa, onde o tema principal é a vingança.

 

     A obra é dividida em três partes, onde as duas primeiras são dedicadas totalmente ao terror psicológico, repleto de entidades e abominações. A terceira e última parte é uma mescla de terror e thriller policial, o que deixa a curiosidade do leitor ultrapassar os limites, pois fica praticamente impossível querer largar o livro.

 

“Todos somos maus em alguma camada dentro de nós, tudo o que precisamos é deixar as máscaras caírem e este mal chegar à superfície e fazer sua parte”.

 

     O autor, com uma linguagem clara, objetiva e de simples entendimento conduz a trama de forma enigmática e assustadora, nas duas primeiras partes senti em algumas cenas uma semelhança com o filme “A profecia”. Nossa, nem sei como caracterizar essa história que Juliano criou de tão incrível que é.

 

     Narrada em terceira pessoa, o livro possui um enredo direto, sem enrolação, fluído e totalmente coerente, onde o autor mandou a ver no terror e sobrenatural, sem dó. Temos rituais satânicos, sacrifícios, bruxarias, entre outros fenômenos diabólicos. Eu pirei com essas cenas, pois quem é fã desse estilo de leitura, digo que ficará da mesma forma.

 


 

     Outro fato que me agradou demais e fez com que eu lesse muito rápido foi o fato dos capítulos serem curtos, mas que instigam o leitor a querer partir para o próximo imediatamente, pois sempre ele encerra de uma forma misteriosa, que deixa a curiosidade muito aguçada. São textos provocativos e desafiadores. Gosto muito desse tipo de escrita.

 

     Portanto, leiam essa obra. Vocês não imaginam a incrível história que estão perdendo, será um ótimo investimento com muita ação, terror e tudo que se tem direito quando se trata do mundo sobrenatural. Indico fielmente e com muita convicção a leitura de “Maligno”.

 

 

 

Sobre o autor

 

 

Juliano Furlanetto vive no Rio Grande do Sul, é coach de crossfit e divide seu amor entre o esporte e a literatura. Fã do horror fantástico, do sobrenatural e dos thrillers policiais, é autor dos livros “O pacto” e “Consequências”.

 

Fã de carteirinha de Stephen King e Harlan Coben.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

@Gustavo Barberá – 14/03/2021.

 

Menu

 

9 comentários:

  1. Gostei bastante dessa indicação. Outro para a lista interminável de futuras leituras.
    Abraços!

    ResponderExcluir
  2. Oi Gustavo!!

    Ah que dica bacana! Terror é sempre uma boa pedida por aqui, adorei saber mais sobre o livro e já quero ler! E ele parece muito bonito por dentro, adorei a dica e sua resenha ficou incrivel!

    ResponderExcluir
  3. Olá, tudo bem? Eita, que indicação! Fiquei curiosa com essa de maldição que perpetua até hoje. Não sou muito de ler livros assim, mas amo narrativas em terceira pessoa e que tenham coisas sobrenaturais. Acho que posso dar uma chance. Ótima resenha e fotos <3
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Olá Gustavo, tudo bem ?
    Posso confessar que tenho medo até de ler a resenha ? rsrsrsrs. Siiiim, sou esse tipo de pessoa, tenho pavor de coisas de terror.Quando mais nova eu amava, depois de mais velha, tive um probleminha com essa questão e nunca mais deu certo, então evito.
    Fico feliz que tenha gostado e ver as fotos também estão ótimas.
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. E você traz mais um livro escrito por autor gato... rs Com todo respeito!!!
    Amei suas fotos, ficarma mega caprichadas, mas é o tipo de leitura que eu fujo porque sou medrosa!!
    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Oi Gustavo!
    Gosto de terror em todos os estilos, portanto sua resenha me deixou curiosa sobre o livro e sobre o autor que nunca tinha ouvido falar. O enredo me chamou a atenção pois parece ser bem trabalhada e ter estrutura, fiquei deslumbrada com a figura do livro. Parabéns pela resenha, obrigado pela dica, abraços!

    ResponderExcluir
  7. Não me lembro de já ter lido algo sobre esse autor, mas só de saber que é nacional e que escreve terror já me chamou a atenção. Gosto de enredos do tipo, lembra muito o tipo de filme de terror que gosto de assistir. Vou anotar a dica : )

    ResponderExcluir
  8. Oi, tudo bem?
    Eu não conhecia esse livro ainda, mas achei bem legal ver o quanto você gostou da leitura. Não sou fã de terror, mas para quem curte o gênero parece ser uma ótima leitura, com um enredo bem desenvolvido, dinâmico e envolvente. Além disso, a edição parece estar bem bonita. Adorei a resenha e tenho certeza que é uma ótima indicação para quem curte ou tem vontade de ler o gênero.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  9. Nossa, eu li rapidinho a resenha, porque o título e as fotos são de arrepiar... rsrs
    Eu não costumo ler terror, mas quero sair da minha zona de conforto aos poucos, com certeza ele fica como dica para leitura futura.
    Bjs
    Lucy - Por essas páginas

    ResponderExcluir