Resenha do livro "Pelo sangue que nos une"









Título Original: Pelo sangue que nos une
Autora: Soraya Abuchaim
Ano: 2019
Editora: Cabana Vermelha
Páginas: 246
Onde comprar: Amazon


Pelo sangue que nos une é um livro de Soraya Abuchaim, lançado pela editora Cabana Vermelha que nos traz uma história com situações vividas em algumas famílias, mas aqui, a escritora dá uma incrementada com suspense e terror que só ela consegue fazer.

          O livro conta três histórias que aos poucos vão se entrelaçando e se torna uma só no final. Aqui temos uma jovem com câncer terminal e durante seu processo de recuperação vai descobrindo verdades de sua vida jamais exposta. Há também outra garota que é reprimida pelos seus pais conservadores que a expõe com castigos maléficos e um casal que em um dia que era para ser uma viagem de família, são vítimas de bandidos ao pararem em um posto para reabastecer seu automóvel. E no decorrer da trama teremos a aparição de Moses; um demônio que tomará conta de boa parte da narrativa.
 



          Gente, que leitura! Soraya soube perfeitamente montar uma trama de arrepiar os cabelos, aqui ela mostra o que o ser humano tem capacidade de fazer para se sobressair, por dinheiro e pela riqueza. Ela também expõe a maldade que há no coração das pessoas e o que elas são capazes de fazer por vingança. E que vinganças que aparecem aqui, uma mais trash que a outra. As cenas são perfeitas, são premeditadas e executadas com requintes de crueldade e muita carnificina. Demais!


“Helena estava satisfeita com as lembranças, ela começava a sentir o ódio percorrer em suas veias, visíveis através da pele branca e translúcida. A fúria é um sentimento tão forte que é capaz de impulsionar uma pessoa a fazer o que quiser”.


         Narrada em terceira pessoa, a obra apresenta um enredo que segura o leitor na narrativa, pois ao final de cada capítulo, fica aquele enigma e mistério do que irá acontecer nos episódios vindouros. Isso me deixou preso na história e não querendo largar de forma alguma.

          Com personagens cruéis, vingativos, uns de personalidade assassina, outros de comportamento demoníaco, eles atuaram muito bem na história, confesso que em determinados momentos fiquei com medo de alguns deles, pois o que eles fizeram para se vingar, tem como acontecer na realidade e sinceramente, nem em pensamento desejaria estar na pele da pessoa a ser torturada e assassinada.
 
 
 
 
 

          O sobrenatural também reina nessa história. Os detalhes que a escritora vai narrando durante esse tipo de cena, só deixou a obra mais excitante e convidativa, aguçando demais nossa curiosidade e nos fazendo mergulhar intensamente na mesma. E que final surpreendente que esse livro possui. Realmente faz jus do título que possui. Quando todas as verdades são reveladas e as revanches concluídas, Soraya aparece com uma bomba final que encerra de forma a ganhar um Oscar de melhor roteiro. Aliás, se esse livro virasse um adaptação para o cinema, seria perfeito.


“Sara ouviu a velha e conhecida voz sussurrar em seu ouvido, causando-lhe um arrepio: ‘Leia as palavras’, Sara”.


          Se você é fã de terror, ocultismo, vinganças e cenas com violência, tortura, psicopatia, ódio que o ser humano possui e principalmente com muito sangue, adquire já “Pelo sangue que nos une” e tire sua própria conclusão, garanto que jamais se arrependerá. 


@Gustavo Barberá – 01/11/2019.

 



18 comentários:

  1. Esse parece ser forte e você sabe como curto leituras assim. Ainda mais quando mostram o lado mais perverso do ser humano.
    Vou anotar, mais um que gostaria de ler.

    bjs

    ResponderExcluir
  2. Achei a proposta do livro muito interessante, gosto de leituras desse gênero. Mas já li um livro da autora, "A Vila dos Pecados" e não curti muito. Talvez eu tenha criado muitas expectativas, porque a premissa da história era muito boa, mas a execução não me agradou muito, foi uma leitura arrastada e a resposta para o suspense criado foi previsível. Então estou um pouco com o pé atrás com esse, apesar de ter gostado bastante da resenha.

    ResponderExcluir
  3. Parece ser um livro denso, pesado e ao mesmo tempo bem interessante. Não conheço a autora e já fiquei com vontade de ler.

    ResponderExcluir
  4. Oi, tudo bem? Achei a premissa bem interessante. Ainda mais pela autora mostrar três histórias e uni-las no final. A ideia foi bem criativa. Não sou muito de ler terror mas fiquei curiosa. Um abraço, Érika =^.^=

    ResponderExcluir
  5. Oi, amigo! Sei o quanto vc gosta da escrita da autora, pois vejo vc sempre elogiar! Adorei sua resenha e confesso que tenha sentido medo!😅 Me lembro de vc falando que ela retrata o que os vivos podem nos causar! Achei impactante! Abraços!

    ResponderExcluir
  6. Olá, pelo que já li sobre essa escritora, ela escreve muito bem. Não curto terror, então passo essa dica.

    ResponderExcluir
  7. Confesso que eu não sou fã de terror, vinganças e cenas com violência, nem tortura, psicopatia ou até mesmo ódio que o ser humano possui. Mas, pela sua ótima resenha e muito bem escrita, parece ser uma obra bem interessante. Além de garantir uma ótima leitura para quem aprecia todas essas coisas envolvidas e presentes na narrativa.

    ResponderExcluir
  8. Embora eu admira, sempre morri de medo de histórias de terror,por isso nem me arrisco a ler, li um livro de terror só e confesso que foi difícil dormir por alguns dias..

    ResponderExcluir
  9. Olá Gustavo! Fiquei intrigada com este livro. Mesmo sendo sanguínario você conseguiu descrevê-lo de uma forma mais leve. Geralmente quando leio resenhas de obras assim fico com arrepios, desta vez fiquei curiosa pra ler. Hehe

    Acho que é um bom sinal!
    Até!

    ResponderExcluir
  10. Olá , gosto desse tipo de leitura , o sobrenatural me facina , outra coisa e quando há mais de uma história e elas vem se entrelaçando. Quero conhecer mais o trabalho da Soraya Abuchaim.

    ResponderExcluir
  11. oi!
    Eu amo livros com essa temática sobrenatural :D a historia é bem interessante, não conhecia o trabalho da Soraya

    ResponderExcluir
  12. Sobrenatural sempre uma boa pedida, gosto quando algum suspensa na leitura, fico animada!!!
    A história da própria personagem muito bem desenvolvida!

    ResponderExcluir
  13. Olá Gustavo,

    Ainda não conhecia essa obra da autora, mas já fiquei bem curiosa para saber mais dessa história e me aventurar por ela. Eu gosto bastante dessa coisa do sobrenatural, principalmente quando temos o cruel e sanguinário. Adorei a dica, muito boa!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  14. Adoro leituras mais profundas e densas e esse livro parece que tem essa pegada. Adorei a dica.

    ResponderExcluir
  15. Eu amo ler livros de terror e suspense. Não conhecia o livro "Pelo sangue que nos une", mas adorei conhecer por meio do seu blog. Fiquei muito curiosa para ler essa obra.

    Beijos,

    Isa Gomes

    ResponderExcluir
  16. Olá, tudo bem?

    Eu não conhecia o livro, a autora e editora, mas achei interessante a premissa e gostei da capa. Eu particularmente curto livros de suspense e terror!
    Abraço!

    ResponderExcluir
  17. Oi Gustavo! Não conhecia a autora e o livro, mas fiquei super curiosa com a premissa. Eu gosto da mistura também que parece ter. Me peguei curiosa com o desenvolvimento. Beijos
    https://almde50tons.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  18. Oi Gustavo!!
    Eu achei mega interessante o enredo, mas não sei se seria um livro que eu leria. Gostei bastante da sua resenha e acho que vai ter muita gente que vai curtir.
    Adriana Cardoso
    Bjs
    https://almde50tons.wordpress.com/

    ResponderExcluir